Notícias

A publicação científica "História, Ciência e Saúde-Manguinhos" publicou recentemente o artigo "Internato rural na Amazônia: aspectos históricos, contexto atual e principais desafios", dos pesquisadores Roseni Pinheiro (Lappis/IMS-UERJ) e Rodrigo Pinheiro Silveira (UFAC). O estudo faz uma análise histórica de experiências de internato rural na Amazônia, a partir de dados levantados em pesquisa empírica sobre a contribuição dessas experiências para a formação médica na região Norte. Embora influenciadas pelas mesmas ações, as escolas atuais têm desenhos diferentes, revelando cenários heterogêneos dos estágios em municípios e áreas rurais da região amazônica. O internato rural, no entanto, tem proporcionado aos estudantes oportunidades singulares, como atendimento clínico, ações educativas e de saúde, vivências do cotidiano local. São experiências importantes para a formação médica, embora ainda existam desafios para sua consolidação, como logística, preceptoria e modelo pedagógico.

Confira o texto na íntegra AQUI

Depois de estar esgotado na Editora Cepesc, o livro "ITINERÁRIOS TERAPÊUTICOS: integralidade no cuidado, avaliação e formação em saúde", colentânia organizada por Tatiana Engel Gerhardt (UFRGS), Roseni Pinheiro (IMS-UERJ), Eliziane Nicolodi Francescato Ruiz (UFRGS) e Aluisio Gomes da Silva Junior (ISC-UFF), está disponível gratuitamente para download no site da Editora.

A publicação traz como tema central os “itinerários terapêuticos”, a partir de contribuições de resultados de estudos de base empírica desenvolvidos por pesquisadores-docentes e discentes de instituições de ensino e pesquisa das cinco regiões do país nos últimos quatro anos. O tema dos itinerários terapêuticos não é novidade no campo da Saúde Coletiva. Há quase duas décadas, ele vem sendo utilizado como constructo teórico-metodológico em investigações sobre doenças, sofrimentos, aflições e perturbações de pessoas em situações concretas de adoecimento. A proposta, no entanto, busca alargar sua compreensão como um investimento de pesquisa social que visa criar um espaço de visibilidade para a produção de conhecimento, tanto na atenção e gestão, quanto na formação e na participação em saúde, sobre a mais intensa experiência humana que é o adoecer.

>> Confira e baixe o livro AQUI

A Gestão Acadêmica do Icict divulga que estão abertas as inscrições de candidatos externos para as disciplinas eletivas oferecidas pelo Programa de Pós-Graduação em Informação e Comunicação em Saúde (PPGICS), referentes ao 2º semestre de 2017. As disciplinas oferecidas são Saúde, Cidades e Políticas Públicas: Comunicação e Informação, Comunicação na Ciência, A Circulação e a Pesquisa em Comunicação e Saúde, Introdução aos Métodos e Técnicas de Análise de Redes Sociais Aplicada à Pesquisa, O Pensar e a Ação Política em Hannah Arendt (Parte II), Política e Políticas de Saúde, e Estudos Métricos da Ciência no Campo da Saúde.

Os candidatos interessados deverão observar a Grade de Disciplinas Eletivas 2017.2, anexo 1, disponível também no site do programa e no site da Plataforma SIGA (www.sigass.fiocruz.br, link Inscrição>Informação e Comunicação em Saúde – Icict >Inscrição). Informações gerais sobre as disciplinas poderão ser obtidas no site da Plataforma SIGA (www.sigass.fiocruz.br, link Mural de Notícias>Programa> Informação e Comunicação em Saúde – Icict Disciplinas>2017 – Segundo Semestre). As inscrições para alunos externos ao programa, estarão abertas no período de 10 a 14 de julho de 2017. Serão aceitas inscrições de candidatos nas seguintes situações: alunos de outros cursos de pós-graduação stricto sensu; e graduados.

Os candidatos deverão preencher o formulário de inscrição, anexo 2, e encaminhá-lo, junto com o Currículo Lattes para o e-mail do programa: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Todas as informações sobre o processo seletivo, matrículas e créditos de cada disciplina estão disponíveis no edital, em anexo, no menu lateral. Gestão Acadêmica (Atendimento) Prédio da Expansão do Campus – Avenida Brasil 4036 – Sala 210 – Manguinhos – Rio de Janeiro – CEP 21040-361 | Contatos: (55xx21) 38829033 / 9063 / 9037 Site: http://ppgics.icict.fiocruz.br / E.mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo./

Veja Edital AQUI

Seguem abertas até o dia 1º de outubro, as inscrições online do XVII Seminário do Projeto Integralidade: saberes e praticas no cotidiano das instituições de saúde, que traz como tema central em 2017 "AMOR MUNDI, POLÍTICAS DA AMIZADE E CUIDADO: A VIDA NA SAÚDE"Como “projetomovimento”, este seminário que acolhe diferentes empreendimentos acadêmicos-técnicos-científicos, visa (re)pensar e renovar as noções fundantes que atualizem a compreensão do princípio da integralidade a partir da análise, divulgação e apoio a experiências inovadoras de ensino pesquisa e extensão. Esse trabalho de construção coletiva tem como ponto de partida o conhecimento que é construído na prática dos sujeitos nas instituições de saúde, educação e justiça e na sua relação com a sociedade civil. Integralidade é entendida aqui como um amplo conceito, uma ação social que resulta da interação democrática entre os sujeitos no cotidiano de suas práticas na prestação do cuidado da saúde, em diferentes níveis do sistema.

Nesta edição do evento, a Universidade Federal do Espírito Santo UFES é quem vai acolher o Seminário Integralidade, no Campus de Goiabeiras, em Vitória, Espírito Santo.

Não é cobrada nenhuma taxa de inscrição. No ato de inscrição, o seminarista deverá escolher apenas um minicurso entre os 15 disponíveis nesta edição do evento. Será emitido certificado de participação mediante comprovação em lista de presença.

Inscreva-se AQUI

Este ano, no interior do XVII SEMINÁRIO DO PROJETO INTEGRALIDADE: SABERES E PRÁTICAS NO COTIDIANO DAS INSTITUIÇÕES DE SAÚDE, vai acontecer o atelier "Rede de Pesquisa LAPPIS: sistematizando conhecimentos e comunicação pública para a Integralidade do Cuidado". Este espaço tem por objetivo a visibilização das produções acadêmicas em integralidade em saúde, de modo a possibilitar a reflexão sobre a construção do conhecimento no tema e a sua comunicação pública. As inscrições estão abertas até o dia 20 de julho apenas para os integrantes do Lappis.
 
 
Deste modo, pretende-se reunir as produções acadêmicas ensaísticas e/ou artigos dos pesquisadores (estudantes, docentes e profissionais de saúde) oriundos das diversas instituições que compõem a rede multicêntrica deste laboratório.
 
 
O espaço ocorrerá no dia 17/10/2017 das 13 às 16 horas em sala ainda a ser confirmada.
 
Serão selecionadas oito produções para serem apresentadas e debatidas. No entanto, todos os trabalhos submetidos e aprovados serão publicados nos anais do seminário, que tem previsão de publicação até o final deste ano.
 
A submissão dos resumos expandidos será realizada por meio do formulário eletrônico:
 
A avaliação dos resumos será feita pelos critérios: 
- adequação conceitual e metodológica;
- originalidade;
- contribuição acadêmica; e
- organização do texto. 
 
As normas para submissão dos trabalhos completos serão divulgadas juntamente com os resumos aprovados.
  
 
Pedimos o auxílio de vocês para a divulgação interna dos pesquisadores que compõem o grupo de pesquisa LAPPIS em sua instituição. Este espaço será reservado somente aos pesquisadores que compõem o LAPPIS, por isso não haverá a divulgação pública da submissão de trabalhos nas nossas redes sociais.
O trabalho submetido deverá ter ao menos um membro do LAPPIS na autoria do trabalho. Discentes deverão obrigatoriamente incluir os orientadores/supervisores na coautoria do trabalho.
 
Caso haja alguma dúvida, solicitamos que faça o contato com o coordenador deste processo César Augusto Paro: (21) 995580968 ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Estudo descreve as dimensões do cuidado de enfermagem às pessoas vivendo com HIV/AIDS.

O artigo de Abel Santiago Muri Gama, Darlisom Sousa Ferreira, Denise Cristina Oliveira, Maria Jacirema Ferreira Gonçalves descreve as dimensões do cuidado de enfermagem às pessoas vivendo com HIV/AIDS. Método:estudo exploratório, transversal, de abordagem quantitativa, desenvolvido com profissionais de enfermagemnos serviços de referência no atendimento às pessoas vivendo com HIV/AIDS, nas cidades de Manaus e Coari,AM. Os dados foram coletados por meio de instrumento estruturado com 78 profissionais de enfermagem. Asvariáveis foram analisadas de forma descritiva conforme suas características de distribuição a partir detabelas. Resultados: os resultados mostraram aspectos importantes das dimensões do cuidado deenfermagem às pessoas vivendo com HIV/AIDS, dentre os quais se destacaram o estigma e o medo de seinfectar. Conclusão: a presença destas dimensões pode se constituir em empecilho ao cuidado efetivo,especialmente nas dimensões do cuidado relacional.(AU)

Confira AQUI

Compartilhar